domingo, 11 de janeiro de 2009

Assessoria de Imprensa

Valorização das assessorias de imprensa



A indústria de eventos deveria aproveitar melhor as assessorias de imprensa, priorizando não apenas a divulgação de fatos isolados, circunstanciais, mas mantendo permanente contato e relacionamento com a imprensa. Algumas já descobriram as grandes vantagens que as assessorias podem oferecer, mas isto não quer dizer que tem usado bem essa “ferramenta”.

É lamentável que ainda exista quem confunda assessoria de imprensa com propaganda. Várias pessoas fazem isso, e por essa razão, não usam bem a assessoria, seja por falta de planejamento, ou de entendimento de como ela funciona e deve ser conduzida.

Muitos empresários não conhecem direito este trabalho e por isso não o valorizam. Porém, o mercado está mais profissionalizado e as grandes empresas sabem diferenciar o trabalho de uma assessoria de comunicação de uma simples divulgação.

Grandes agências, sintonizadas com as novas mídias, aboliram o envio de e-mails, faxes e envelopes via correio, adotando o site como agência de notícias on-line, onde o jornalista pode buscar a informação na hora e dia que precisar. Onde existe notícia, os jornalistas vão atrás.

Devo lembrar que melhor brinde que se pode dar aos jornalistas é informação ágil e de qualidade. A cobertura on-line de eventos, feita em parceria com outras equipes de comunicação, por exemplo, fornece aos jornalistas o noticiário gerado por todas as assessorias de imprensa envolvidas.

O papel fundamental de uma assessoria é transformar as informações dos clientes em valor estratégico, estimulando a expansão dos negócios. E, para isso, claro, é preciso contar com profissionais experientes em jornalismo, relações públicas, marketing e nas áreas de tecnologia da informação, economia e negócios.

O importante neste trabalho é ser criativo e ter diferenciais no trato com a imprensa, facilitando, inclusive, o seu trabalho. No entanto, é fundamental fornecer pautas especiais para cada veículo e, ao mesmo tempo, oferecer infra-estrutura para os jornalistas no evento. Que aliás, é uma das principais queixas da imprensa em geral.

O evento que pretender ter uma boa cobertura, deve colocar em seus planos uma sala de imprensa bem equipada, assim como criar facilidades, como estacionamento livre, por exemplo seja no próprio evento ou nas entrevistas coletivas.

Para finalizar, é fundamental lembrarmos que, entre outras coisas, o mercado enfrenta um problema: há falta de profissionais bem preparados e que gostem do que fazem. É claro que isso não se generaliza.

Mara Oliveira - Jornalista

5 comentários:

Gêiser Nobio disse...

Olá, Mara! Parabéns pelo blog.

Visite e comece a seguir a página oficial do projeto S.U.P.R.A. Vida Secular!

> www.supravidasecular.blogspot.com

Design Gráfico Mara Oliveira disse...

Obrigada Gêiser.
Acessei seu blog e tô baixando sua música pra ouvir.
Valeu.

Boa sorte e um abraço.

Xau.

J.BOSCO disse...

Mara, brigadãom pela visita, não dou aula de design,sou apenas um cartunistas sem tempo.
Trabalho muito com caricaturas e desenhos de humor.
vou fazer um link pra você no meu blog.
bjs

Waldez disse...

oi, resolvi acompanhar seu blog, gostei do seu trabalho, abraços

Gêiser Nobio disse...

Mara, muito obrigado por prestigiar o meu blog. Já sou seu seguidor.

Abraço!



G.N.
> www.supravidasecular.com